The Thoughts That Give Me The Creeps

Hoje pensei em ti mais do que o que queria, e talvez mais do que devia.
Pensei em nós à um ano atrás, de como era feliz. Não é que não seja feliz agora, mas é um diferente tipo de felicidade.
À um ano atrás por esta altura estava uma miséria e tu estavas a meu lado, estiveste a meu lado nesse mau momento e obrigada por isso. É talvez um dos poucos obrigadas que agora ainda te tenho a dar pois os outros foram desaparecendo com a erosão do tempo, mas essa memória de estares a meu lado quando mais precisei ficará para sempre marcada no meu coração.
Não sei se sabes mas ainda hoje há dias em que preciso de ti para estares a meu lado, são cada vez menos esses dias e tu sabes a razão disso. Sabes que eu não me quero encher de esperanças por alguém como tu, não quero que voltes para depois ires embora, mas sim, ainda há dias em que preciso de ti e não gosto deste facto.
Com o tempo vou acabar por me esquecer da tua cara, do teu cheiro, da tua voz, das nossas memórias más e também das boas. Vai haver um dia em que só me irei lembrar de ti quando ouvir o teu nome e talvez até venha a haver um dia que nem assim me lembre de ti, mas agora não é isso que acontece. Ainda continuas bem vivo na minha memória, mais do que o que desejava, mas continuas ainda num pequeno espaço do meu coração.

5 comments:

  1. adorei, identifico-me completamente com este texto, está lindo!
    algumas vezes nós queremos esquecer tudo, mas há outras vezes em que nao queremos que isso aconteça, porque eles fizeram parte de alguns momentos bons da nossa vida..
    sigo o blog :)

    ReplyDelete
  2. pois, mas o problema é que temos que conseguir :s
    no fim do meu blog consegues :)

    ReplyDelete
  3. no final da página, colocas o cursor todo para baixo xD

    ReplyDelete